3 filmes e uma série para quem ama fotografia

dia-fotografo-filmes-fotografia

Nesta segunda-feira, dia 8 de janeiro, é o celebrado o Dia Mundial do Fotográfo e a Lettera fez uma seleção de filmes e documentários que abordam vida e as obras desses profissionais que trabalham para transmitir emoção, histórias e conteúdo por meio de seus registros.

O Sal da Terra (2014)

O documentário dirigido por Wim Wenders narra de maneira cronológica toda a vida e carreira do fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado. Toda a película é conduzida pelo próprio fotógrafo, tendo como composição as imagens captadas por ele durante seus projetos, como Êxodos (2000), África (2007) e Gênesis (2013), e registros feitos por seu filho, Juliano Salgado, que co-dirige o documentário e acompanhava o pai em suas viagens. Esta obra é direcionada não apenas aos que se interessam por fotografia, mas também para todos que acreditam que a arte tem uma função social.

 

The Big Bang Club (2010)

 

O longa traz a história de um grupo de quatro fotojornalistas – Greg Marinovich, João Silva, Kevin Carter e Ken Oosterbroek – responsáveis por cobrir as primeiras eleições na África do Sul, após o Apartheid (1948 a 1994). Além dos registros sobre a miséria da população, descaso das instituições públicas e violência, o filme aborda o lado psciológico dos fotógrafos, que precisam manter a frieza para desempenhar suas funções.

 

“Câmera Viajante” e a “verdadeira” fotografia (2012)

Este curta de aproximadamente vinte minutos narra o cotidiano de alguns fotógrafos no interior do Brasil, em Juazeiro do Norte – Ceará, que captam seus materiais ao redor da estátua de Padre Cícero, com a intenção de registrar um momento de muita emoção para aqueles que participam de romarias em vista à estátua.

 

Tales By Light (2015)

Esta série de documentários acompanha fotográfos famosos Art Wolfe, Darren Jew, Krystle Wright, Richard I’Anson e Peter Eastway. Cada episódio traz seus projetos e viagens exploratórias a lugares remotos, em busca por imagens incríveis de natureza e cultura local. O legal dessa série é que ela é produzida pela Canon, então pode esperar cenas lindíssimas e muito bem elaboradas. Ela já conta com duas temporadas e está disponível no Netflix.

 

Leia Mais