Redes sociais, inclusive do WhatsApp, ajudam a aumentar o faturamento de empresas

Após intensificar o uso destas ferramentas, que podem fidelizar e conquistar novos clientes, empresário de Bauru eleva suas vendas em 15%  

Empresários de diferentes setores têm encontrado, nas redes sociais e aplicativos de comunicação, o caminho para se aproximarem de clientes. Com Gabriel Guedes Coelho, proprietário de uma loja especializada em vestuário e acessórios para crianças e adolescentes de Bauru, não foi diferente. “Percebemos o aumento de 30% na procura dos clientes por nossos produtos”, avalia.

E o WhatsApp é o seu mais novo aliado. “Nosso número fica à disposição da clientela e, por meio dele, enviamos imagens de novos produtos”. O retorno tem sido bastante positivo. “Muitos já nos pedem pelo próprio aplicativo a numeração específica da peça”. Com este direcionamento, os pedidos são levados diretamente até a casa do cliente. “Por dia, fazemos cerca de duas visitas deste tipo”.

Para elaborar um plano de ação de marketing digital, ele participou de capacitações oferecidas pelo escritório regional do Sebrae-SP em Bauru. “Entendemos que o nosso foco sempre deve estar no cliente, não no produto”, explica. A partir desta ideia, ele colocou em prática algumas estratégias.

Sua loja, que já possuía um perfil de usuário no Facebook, ganhou uma página oficial há dois meses. A fanpage já conta com quase 1.400 curtidas. “Grande parte da comunicação com nossos clientes é feita por lá”, diz. Com três funcionários, a loja se organizou para acompanhar diariamente o canal. “Dessa forma, quando a resposta não é imediata, há o retorno em até 24 horas”.

O uso da ferramenta não se restringe apenas à venda de produtos, mas também na divulgação de eventos e conteúdos aos clientes. “Acredito que nosso faturamento deva ter aumentado cerca de 15% após intensificarmos o uso destes canais”, conta o empresário. Segundo sua avaliação, o uso das mídias sociais já traz mais retorno do que outras formas de contato, como a distribuição de panfletos.

 

Como usar de forma eficiente redes sociais e o WhatsApp?

Segundo Hugo Hoch, consultor de marketing do escritório regional do Sebrae-SP em Bauru, obter bons resultados com o uso das redes sociais exige empenho e cuidado. “Tanto para o Facebook quanto para o WhatsApp vale a máxima de enviar a mensagem certa para o cliente certo”, afirma.

O uso do WhatsApp deve ser consensual. Ou seja, nunca mande mensagem para o seu cliente sem autorização prévia. Para isso, na hora do preenchimento cadastral, o cliente deve ser questionado se quer receber este tipo de informação. “É importante deixar claro que, a qualquer momento, ele é livre para pedir o interrompimento das mensagens”.

Bom senso também é fundamental. Tenha cuidado com os horários de envio, evite períodos de lazer ou descanso. O cliente não deve ser incomodado. “Por isso, evite criar grupos e cuide sempre para que sua mensagem traga algo relevante”, orienta.

Já no Facebook, o ideal é a criação de uma fanpage e apostar em conteúdos que atraiam o perfil do cliente. “O indicado é que apenas 30% das postagens seja para a venda direta de produtos”, orienta. E, em hipótese nenhuma, deve-se marcar pessoas em postagens ou compartilhar conteúdos em páginas pessoais de terceiros. Mensagens mais estratégicas, com informações de extrema relevância como promoções, podem ser divulgadas por posts pagos, com objetivo de aumentar a chance de visualizações em massa.

 

Serviço

O escritório regional do Sebrae-SP em Bauru, localizado na avenida Duque de Caxias, 16-82, oferece diversas capacitações e consultorias na área de marketing. Informações podem ser obtidas no próprio escritório ou no telefone (14) 3234-1499.

 

Comentários


Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>