Posicionamento político como estratégia de marketing?

donald

Recentemente nos deparamos com a surpreendente vitória de Donald Trump nas eleições americanas. Este fato surpreendeu o mundo, já que o posicionamento do presidente americano é extremista, xenófobo e estruturado no preconceito e segregação das minorias.

Baseado nisso, algumas marcas resolveram se posicionar em relação à nova política adotada pelos Estados Unidos. A Airbnb, Starbucks e Google foram algumas dessas empresas que aliaram seus posicionamentos políticos à estratégia de marketing.

A companhia Airbnb criou uma campanha original e ousada para ser divulgada durante o evento Super Bowl – o segundo evento mais assistido no mundo – em que a empresa manda um recado contra a política adotada por Donald Trump. O vídeo nomeado como “We Accept”, produzido in-house, apresenta pessoas de várias etnias com a seguinte mensagem: “Acreditamos que não importa quem você é, de onde você é ou de onde você viaja;  você deve ser capaz de pertencer à comunidade Airbnb. Ao aderir a esta comunidade, você deve comprometer-se a tratar todos os membros, independentemente da raça, sexo, etnia, religião, orientação sexual, deficiência, origem nacional, identidade de gênero ou idade com respeito e sem julgamento de preconceito. O mundo é um lugar muito mais bonito quando você aceita”.

Já a rede de cafés Strabucks se comprometeu a contratar até 10.000 refugiados nos próximos anos e a empresa Google também anunciou um fundo de US$ 4 milhões – dos quais US$ 2 milhões são oriundos de doações de funcionários da empresa – destinados a organizações que lidam com imigrantes.

Agora, você se pergunta: o que está mudando na propaganda? Por qual motivo diversas marcas estão se posicionando de forma tão autêntica? Será apenas uma estratégia de marketing ou as empresas realmente acreditam que hoje, mais do que nunca, é preciso se posicionar diante das situações políticas, sociais e econômicas?

Deixe nos comentários deste post a sua opinião :)

 

Comentários


Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>